ZZ
incendio-pemex-300x236

A petroleira mexicana estatal mexicana Pemex conseguiu apagar um incêndio impressionante e de proporções nunca vistas, quase seis  horas depois por um vazamento de gás em um gasoduto submarino que conecta duas plataformas de seu maior complexo produtor, Ku Maloob Zaap (KMZ), nas águas do Golfo do México. Com a ajuda de três navios de combate a incêndio, membros da estatal mexicana conseguiram controlar as chamas. O incidente começou às 5h15 da manhã no oleoduto marinho que conecta duas plataformas do complexo Ku Maloob Zaap (KMZ), maior produtor de petróleo da Pemex, ao largo do estado de Campeche. A estatal explicou em nota que, após o fechamento das válvulas de interligação dos dutos, o problema  foi sanado por volta das 10h45 da manhã de sábado ( 2) e as condições normais de operação foram restauradas. Os funcionários da Plataforma não foram  feridos e nem deixaram a plataforma.

AAA

Segundo um relatório da empresa, o complexo produzia 726 mil bpd de óleo no momento do  incidente. Isso representa mais de 40% da produção diária de 1,68 milhão de barris (bpd) de petróleo da Pemex. A empresa mexicana, que tem um longo histórico de acidentes industriais, disse no comunicado que um vazamento de gás foi registrado no gasoduto submarino de 12 polegadas, mas não explicou quais seriam as razões para o incidente. O relatório interno observou que fortes chuvas e uma tempestade danificaram algumas instalações da KMZ e levaram ao fechamento de uma linha de oleoduto de 24 polegadas entre duas plataformas, uma delas um centro de processamento que saiu de operação. A Pemex garantiu que fará uma análise para encontrar as causas do incidente.

Fonte: https://petronoticias.com.br/a-pemex-vai-apurar-as-causas-reais-da-explosao-de-um-gasoduto-subaquatico-que-provocou-um-dos-maiores-incendios-offshore/