anp

A Agência Nacional do Petróleo (ANP) autorizou nesta terça-feira (29) a construção de um terminal de regaseificação de gás natural liquefeito (GNL) na cidade de Barcarena, no Pará. A obra é um projeto da Centrais Elétricas Barcarena (Celba), que tem como sócias a Oak Participações e o grupo Golar. O aval foi publicado hoje no Diário Oficial da União.

O novo empreendimento fica na mesma região de outro projeto da Celba, a termelétrica Novo Tempo, que tem previsão de início de operação para 2025.  O terminal da empresa contará com um navio regaseificador (FSRU) e um gasoduto de 20 polegadas (trecho piperack e trecho terrestre). Essa linha será usada para movimentar gás natural importado do navio FSRU até a Estação de Transferência de Custódia, situada na área da usina Novo Tempo.

O futuro terminal também foi autorizado a realizar operações de transferência de navio metaneiro de GNL com capacidade de regaseificação de até 15 milhões de metros cúbicos por dia em gás natural. Contará ainda com uma plataforma operacional para suportar o conjunto de equipamentos que conectam o FSRU ao gasoduto do Terminal de GNL, por meio de 02 risers flexíveis de 16 polegadas de diâmetro.