WhatsApp Image 2020-11-26 at 19.56.03

A maior feira de negócios do setor onshore do país, a Mossoró Oil & Gas, foi concluída nesta semana com um balanço bastante positivo. O evento reuniu diversas entidades e empresas da indústria petrolífera terrestre do Brasil e trouxe importantes notícias para o segmento. A Redepetro RN (uma das organizadoras, ao lado do Sebrae RN) comemorou os resultados alcançados. A entidade destacou os números obtidos na Rodada de Negócios realizada durante a Mossoró Oil & Gas, que teve 95 reuniões entre grandes empresas e fornecedores de bens e serviços locais.

Diante de um momento tão difícil, de pandemia, conseguimos realizar um evento totalmente exitoso, dinâmico, plural, e capaz de movimentar toda a cadeia produtiva do petróleo e gás do nosso estado. Em quatro dias, o Mossoró Oil e Gas fomentou discussões importantes e gerou oportunidades de negócios, consolidando Mossoró como a capital do onshore brasileiro”, comemorou o presidente da Redepetro RN, Gutemberg Dias (foto).

A Rodada de Negócios da feira foi coordenada pela Organização Nacional da Indústria do Petróleo (Onip), em parceria com a Redepetro RN e o Sebrae no Rio Grande do Norte. Por conta da pandemia, as reuniões entre as companhias aconteceram de forma virtual. Ao todo, participaram nove empresas âncoras (Subsea Drilling, Partex, Potiguar E&P, Halliburton, Halliburton Produtos, Eneva, Concremat, Central Resources e 3R) e 36 fornecedoras.

Ficamos muito felizes com o resultado dessa primeira rodada virtual, que atendeu bem as expectativas. A multiplicidade de agentes, de demandantes e de operadores dá uma amplitude de oportunidades para os fornecedores que atuam no Rio Grande do Norte e no Brasil. A expectativa é de cada vez mais consolidar esse mercado com novos operadores, que estão trazendo novas oportunidades em diversas frentes”, comentou a diretora da ONIP, Karine Fragoso.

WhatsApp Image 2020-11-25 at 11.12.34

O diretor-geral substituto da Agência Nacional do Petróleo (ANP), Raphael Moura, também comentou ontem (26) sobre a realização do evento, destacando os resultados positivos. Durante a reunião da diretoria da agência, ele ressaltou a importância da feira em promover a interação e o debate entre empresas e agentes reguladores: “Essa semana tivemos um evento muito importante, que foi a Mossoró Oil & Gas Expo. Durante o evento, os operadores de campos terrestres independentes puderam estar juntos com reguladores e o governo”, disse. “O governo, aliás, promoveu a Mesa Reate, colocando os desafios para o desenvolvimento da indústria de uma maneira geral, mas focados nos operadores independentes”, acrescentou Moura.

Para lembrar, conforme noticiamos, a primeira mesa Reate realizada durante a Mossoró Oil & Gas serviu para que a indústria onshore apontasse os temas que são prioritários para o setor e que necessitam de aprimoramentos. No debate, o grupo apontou para alguns dos principais desafios da atividade terrestre no Brasil, como licenciamento ambiental; acesso à Unidade de Processamento de Gás Natural de Guamaré (RN); acesso à infraestrutura de armazenamento e escoamento do petróleo; e andamento dos programas de desinvestimentos da Petrobrás.

Um dos participantes do encontro foi o secretário-executivo da  Associação Brasileira dos Produtores Independentes de Petróleo e Gás (Abpip), Anabal Santos Jr. Ele declarou que a Mesa Reate teve uma metodologia que conseguiu endereçar, com muita clareza, assuntos que estavam pendentes há muito tempo. “Sabemos que temos uma trajetória pela frente ainda. Nem tudo está resolvido. Mas pelo menos está tudo muito bem encaminhado. E já em janeiro, no dia 26, teremos a segunda Mesa Reate na Bahia, e faremos um follow up nesses assuntos que foram endereçados”, explicou.

O Mossoró Oil e Gas Expo aconteceu no formato híbrido, com transmissão online e atividades presenciais, envolvendo assim os principais agentes do segmento nas discussões em torno do onshore nacional. A programação contou também com apresentação de painéis, seminário, Simpósio de Petróleo e Gás do Onshore Brasileiro, além da já citada Rodada de Negócios.