qaqaaqaqa

Com a vitória de Joe Binden na eleição dos Estados Unidos, se ela for mesmo confirmada, pode ser definitiva para que o oleoduto Keystone seja enterrado de vez. Não para operação, mas ter o projeto extinto ou, pelo menos, adormecido até que um novo presidente republicano seja reeleito na América. Durante a campanha, Biden disse que vai rasgar as aprovações do presidente Donald Trump para o oleoduto Keystone XL, se ele assumir. As obras para o oleoduto que levará petróleo das areias betuminosas canadenses, cortando os Estados Unidos e o Canadá, iniciariam em terras americanas no ano que vem, criando mais de 11 mil postos de trabalho em 2021. Se a cumprir a promessa, Biden manterá o projeto no papel.

wsswwss

Keystone XL é um alvo de destaque para o governo de Biden e ele provavelmente cumprirá sua promessa de campanha para eliminá-lo, disse John Baird, ex-ministro canadense de Relações Exteriores do governo de Stephen Harper: “Eu realmente temo que estejamos com problemas em Keystone. Isso é algo que ele pode fazer com um toque de caneta e estou profundamente preocupado que ele revogue a autorização presidencial.  Uma medida que prejudicaria ambos as economias canadense e de Alberta.” Biden foi declarado presidente eleito no fim de semana, embora Trump não tenha concedido. Enquanto isso, qual partido controla o Senado é incerto até que os vencedores sejam declarados.

rfrffrfrr

Em março, a TC Energy, sediada em Calgary, aprovou a construção do oleoduto Keystone XL projetado para transportar até 830.000 barris por dia de petróleo de Alberta para Nebraska, depois que o governo de Alberta concordou em investir cerca de US$ 1,5 bilhão como patrimônio e garantir US$ 5,5 bilhões em empréstimo para o  de projeto. O oleoduto foi atrasado por anos pelo governo Barack Obama antes de ser rejeitado em 2015, uma decisão que foi posteriormente revertida por TrumpBiden foi vice-presidente de Obama. vEm um e-mail, o porta-voz da TC Energy, Terry Cunha, disse que a empresa não está ajustando seu cronograma de construção do Keystone XL por causa da vitória de Biden: “A atividade de construção continua ocorrendo. À medida que diminuímos algumas atividades devido ao clima de inverno mais rigoroso em muitas áreas de nossa área, isso foi planejado e é uma parte normal do processo ao construir grandes projetos de infraestrutura plurianuais.”

ww2ww2

A atual produção de petróleo de Alberta pode ser transportada com os oleodutos existentes mais cerca de 900.000 barris por dia a mais de dois projetos, o oleoduto de substituição da Linha 3 da Enbridge, com conclusão prevista para o final do próximo ano, e a expansão da Trans Mountain até 2023. O cancelamento da  licença do oleoduto Keystone XL, significará uma oportunidade perdida de atrair bilhões de dólares em capital de investimento de crescimento para o Canadá e provavelmente mais consolidação e redução da força de trabalho no reservatório de petróleo. Os produtores de petróleo do Canadá precisam do oleoduto e sua organização entrará em contato com apoiadores americanos para pedir ao novo governo dos Estados Unidos que permita sua construção, disse Tim McMillan, CEO da Associação Canadense de Produtores de Petróleo.