Q

Orlando- Por Fabiana Rocha – Os furacões continuam assustando e dando muito trabalho neste final de temporada.  Agora é a vez de Zeta que se movimenta rapidamente através do Mississippi e Alabama, com ondas perigosas, fortes ventos e chuva pesada. O Centro Nacional de Furacões (NHC) está em alerta. O governador do Mississippi, Tate Reeves, declarou estado de emergência. O NHC suspendeu uma advertência de furacão para Nova Orleans, na Louisiana, estado repetidamente afetado por tempestades este ano, mas o governador John Bel Edwards pediu às pessoas que permaneçam em casa. As equipes de emergência de Nova Orleans alertaram para a queda de árvores e postes de energia elétrica. Residências de quase 500 mil pessoas estavam sem energia elétrica. As autoridades pediram aos moradores que abandonem áreas vulneráveis ou estoquem material de emergência, comida, água e medicamentos para pelo menos três dias. Dada a trajetória da tempestade, é provável que vejamos mais produção de petróleo  encerrada nos próximos dias no Golfo do México e em algumas  refinarias.

Um toque de recolher foi decretado nas zonas da costa mais vulneráveis. O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, aprovou a declaração do estado de emergência para a Lousiana, o que permite a liberação de recursos federais. Zeta atingiu a Louisiana a seis dias das eleições presidenciais, mas não deve afetar o processo, já que a votação antecipada já acabou no estado. Os moradores de Nova Orleans se prepararam com proteções nas janelas e o deslocamento de veículos e barcos para áreas elevadas. Em algumas áreas, sacos de areia foram empilhados para evitar potenciais inundações. Esta é a quinta grande tempestade que afeta a Louisiana este ano.