dedededed

A Petrobrás  postergou em cerca de um ano o Projeto Integrado do Parque das Baleias, ficando o início de operação e primeiro óleo para 2024, porém preservando o escopo do projeto que prevê o remanejamento de poços entre plataformas em operação no ano de 2022. A empresa alegou problemas econômicos, reflexos da Covid-19. Com esse adiamento, a empresa cancelou a licitação de afretamento de plataforma para atender o projeto e autorizou o início de um novo processo licitatório.

swswswsw

Para lembrar, o Parque das Baleias, na Bacia de Campos, alcançou a marca de 1 bilhão de barris de óleo produzidos no dia 20 de maio. A área é formada pelos campos de Jubarte, Baleia Anã, Cachalote, Caxaréu e Pirambú. Atualmente, quatro FPSOs produzem no Parque, interligados a 44 poços produtores e 21 injetores. No primeiro trimestre de 2020, a produção do Parque das Baleias foi de 222 mil bopd e 6 milhões de m³/d de gás natural, sendo 71% provenientes de reservatórios no pré-sal. Primeiro campo produtor da área, Jubarte foi o quarto campo com maior volume de produção no país no período. Em março, o ativo produziu 247 mil boed, de acordo com a ANP.