DF

A Petrobrás anunciou que seu Conselho de Administração aprovou a venda da participação remanescente de 10% na Nova Transportadora do Sudeste (NTS) para a Nova Infraestrutura Gasodutos Participações, empresa formada pelo Nova Infraestrutura Fundo de Investimentos em Participações Multiestratégia (FIP), fundo de investimentos gerido pela Brookfield Brasil Asset Management Investimentos; e pela a Itaúsa, atuais acionistas controladores da NTS. A assinatura do contrato de compra e venda e a conclusão da operação ocorrerão nos próximos dias.

O valor da venda é de R$ 1,8 bilhão, considerando o desconto de dividendos, juros sobre capital próprio e restituição por meio de redução de capital recebidos pela Petrobrás ao longo do ano de 2020 e de 2021 e os demais ajustes previstos no contrato em função da data-base, estima-se que a entrada de caixa seja de R$ 1,5 bilhão, a serem quitados integralmente na data de assinatura e conclusão da operação.

Para lembrar, em abril de 2017, o consórcio de investidores liderado pela Brookfield finalizou a compra de 90% das ações da NTS (Nova Transportadora do Sudeste) que pertenciam à Petrobrás. O negócio foi fechado pelo preço de aproximadamente US$ 5,2 bilhões, e era considerado um dos ativos mais cobiçados do mercado de transporte de gás do País. A NTS atende o Sudeste do Brasil, região que concentra 55% da demanda brasileira pelo insumo, e está próxima de fontes de gás no Rio de Janeiro e em Santos, no litoral paulista, além de ter conexão com o gasoduto Bolívia-Brasil. A compra também sinalizou um novo momento para o mercado de transporte de gás natural no país que se abre para investimentos privados.

Fonte: https://petronoticias.com.br/petrobras-conclui-a-venda-dos-ultimos-10-da-nts-que-ainda-pertenciam-a-estatal/