TECON_1-1

A CSN conseguiu liberar os terminais da CSN-Tecar e do Sepetiba-TECON, que haviam sido interditados pela Prefeitura de Itaguaí na última semana. A empresa entrou com um medida cautelar no Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, que acatou os pedidos e suspendeu os efeitos do auto de interdição temporária e do auto de infração.

Para lembrar, a Prefeitura de Itaguaí fechou os dois terminais e aplicou multas que somam R$ 5,4 milhões, alegando irregularidades constatadas na vistoria realizada em março deste ano. A CSN, por sua vez, diz que não reconhece qualquer das acusações apontadas pela administração do município.

A CNS-Tecar é um terminal portuário administrado pela CSN Mineração, interligado à MRS, com capacidade de exportação superior a 42 milhões de toneladas de minério de ferro. Já o Sepetiba-Tecon é um dos principais terminais de contêiner do país e também pertence à CSN.

Essas duas unidades do grupo CSN, segundo a prefeitura, apresentaram “problemas nas Estações de Tratamento de Efluentes (ETE) sendo que na CSN o efluente de minério de ferro é lançado de forma indireta, sem o monitoramento adequado, na Baía de Sepetiba”.  Além disso, os técnicos da Secretaria de Meio Ambiente também “relataram que a vazão do tratamento não é controlada, fato relatado pelo responsável pela operação da ETE, o que dificulta a avaliação da eficácia do tratamento”.

Fonte: https://petronoticias.com.br/csn-recorreu-a-justica-e-conseguiu-liberar-terminais-no-porto-de-itaguai/