Rudimar-Lorenzatto-petrobras-1

A Petrobrás pretende ir ao mercado neste ano para fazer a contratação do FPSO do projeto de águas profundas na Bacia de Sergipe-Alagoas (chamado internamente pela sigla SEAP). A informação foi revelada na manhã de hoje (25) pelo diretor de desenvolvimento da produção da companhia, Rudimar Lorenzatto (foto), durante teleconferência com analistas e investidores. O executivo confirmou ainda que o projeto conceitual de SEAP foi aprovado recentemente e que a contratação do navio-plataforma da área deve ser iniciada ainda em 2021.

Durante entrevista coletiva, já no período da tarde, o executivo acrescentou ainda que a Petrobrás tem intenção de usar opção de contratação chamada BOT na concorrência para SEAP. Nessa modalidade, a licitante vencedora irá construir, operar por um determinado de tempo e depois transferir a operação da plataforma para a Petrobrás. “Ainda estamos na fase final de governança interna para essa aprovação”, complementou Lorrenzatto.

Para lembrar, a Petrobrás realizou no ano passado um teste de longa duração (TLD) na área de Farfan, dentro da Bacia de Sergipe-Alagoas. Foi o primeiro teste do tipo realizado em águas profundas da região Nordeste. A atividade aconteceu a partir do do FPSO Cidade de São Vicente, em uma profundidade de 2.250 metros. Em outubro de 2020, o diretor de Relacionamento Institucional da estatal, Roberto Ardenghy, declarou que os resltados do TLD foram bons e que a companhia está trabalhando “para viabilizar o desenvolvimento desta área no menor prazo possível por meio de parcerias com outras empresas”.

Ainda em 2021, a Petrobrás também espera encerrar os processos de licitação – já lançados – dos FPSOs Mero 4 e Projeto Integrado Parque das Baleias.  Segundo comentários no mercado, apenas a holandesa SBM Offshore apresentou ofertas na disputa pelo contrato de Mero 4. Segundo Lorenzatto, a expectativa é assinar o contrato de construção dessa unidade no segundo semestre de 2021.

Ainda falando das unidades de Mero, o diretor de desenvolvimento da estatal acrescentou ainda que o FPSO Guanabara (Mero 1) está iniciando suas atividades de comissionamento na China e manteve a previsão de início da produção da unidade para o final de 2021.

Fonte: https://petronoticias.com.br/petrobras-ira-ao-mercado-neste-ano-para-contratar-o-fpso-de-sergipe-alagoas/