Projeto que contabiliza internações aponta 100.226 pessoas em hospitais do país. Mortes só na quarta-feira (2) chegaram a 3.157, de acordo com a Universidade Johns Hopkins.

Por G1

03/12/2020 06h58  Atualizado há 9 minutos


Paciente internada com Covid-19 é confortada por enfermeira em Chicago, nos EUA — Foto: Reuters/Shannon Stapleton

Paciente internada com Covid-19 é confortada por enfermeira em Chicago, nos EUA — Foto: Reuters/Shannon Stapleton

Os Estados Unidos chegaram ao número mais alto de internados por Covid-19 já registrado, além de uma quantidade inédita de mortes em um só dia nesta quarta-feira (2).

Os hospitalizados por causa da doença passaram dos 100 mil pela primeira vez desde o início da pandemia, anunciou o Covid Tracking Project nesta quarta-feira (2).

E, segundo o monitoramento da Universidade Johns Hopkins, os mortos chegaram a 3.157 no mesmo dia, uma marca também sem precedentes.

“Existem atualmente 100.226 pessoas com Covid-19 e hospitalizadas nos Estados Unidos, é a primeira vez que as hospitalizações ultrapassam 100 mil”, anunciou o Covid Tracking Project no Twitter.

As autoridades dos Estados Unidos temem que a situação piore, já que mais de 150 mil pessoas testam positivo diariamente para o vírus no país.

Espera-se também um aumento das infecções após as celebrações do Dia de Ação de Graças, marcadas pelo deslocamento de milhões de pessoas.

Só na Califórnia, mais de 20 mil casos de Covid-19 foram registrados nesta quarta, tornando-o o estado do país com o maior número de casos em um dia desde o início da pandemia, de acordo com o Covid Tracking Project.

vídeo abaixo, no Jornal Nacional, mostra como funciona a técnica da vacina da Pfizer e da BioNTech contra a Covid-19, aprovada no Reino Unido nesta quarta-feira (2) para começar a ser aplicada na população ainda neste ano.