Diretor da ANP participou do evento por videoconferência

O diretor-geral substituto da Agência Nacional do Petróleo (ANP), Raphael Moura, espera que o número de empresas e de áreas exploratórias no Rio Grande do Norte aumente ainda em 2020. A expectativa gira em torno do novo ciclo da Oferta Permanente, que será realizado no próximo dia 4. A declaração foi feita durante a abertura da Mossoró Oil & Gas, que foi inaugurada na noite de ontem (23).

“O mercado no Rio Grande do Norte passa por grande transformação, com o ingresso de novas empresas. É o primeiro Estado a receber compradores de ativos da Petrobrás. E a expectativa é que seja ampliado o número de empresas e de áreas exploratórias ainda em 2020, com o 2º Ciclo de Oferta Permanente”, afirmou Moura, por videoconferência, do Rio de Janeiro. A abertura do evento, conforme noticiamos, foi feita no formato híbrido.

Na cerimônia presencial, a governadora do estado, Fátima Bezerra, lamentou a decisão da Petrobrás de sair do Rio Grande do Norte, mas afirmou que o governo está está atento à nova realidade do mercado. Ela defendeu ainda a rapidez no acesso de empresas à Unidade de Processamento de Gás Natural em Guamaré, como forma de baratear o preço do combustível.

WhatsApp Image 2020-11-24 at 11.46.33

“Com o acesso à Unidade de Guamaré, a Potigás comprará gás a preços mais competitivos direto dos produtores e terá mais condição de reduzir o preço para seus 28 mil clientes nos segmentos industrial, residencial, veicular. Precisamos destravar isso. É inaceitável o prazo de 18 meses dado pelo Governo Federal. Estive recentemente na ANP e, se preciso for, todo mês estarei no Rio de Janeiro para destravar isso”, declarou.

O Ministério de Minas e Energia foi representado no evento pelo  secretário de Petróleo e Gás e Biocombustíveis, José Mauro. Também participaram da abertura do Mossoró Oil & Gas Expo, no Hotel Garbos, o presidente da Associação Redepetro RN, Gutemberg Dias e o superintendente do Sebrae RN, Zeca Melo. O evento contou ainda com representantes de universidades e entidades empresariais e do setor de petróleo e gás, como a Organização Nacional da Indústria do Petróleo (ONIP) e Associação Nacional de Produtores Independentes de Petróleo e Gás (ABPIP).

A programação da Mossoró Oil & Gas seguirá até quinta-feira (26) com o fórum nacional Mesa Reate (hoje); rodadas de negócios, estandes virtuais, painéis, experiências inovadoras de empresas; Seminário de Segurança Operacional e Meio Ambiente Terrestre (Somat) e Simpósio de Petróleo e Gás do Onshore Brasileiro (amanhã e quinta-feira).