CDI FPSO

A joint-venture Altera&Ocyanm, uma parceria 50/50 entre a Ocyan e a Altera Infrastructure, expandiu seu portfólio de clientes com a assinatura de contrato de fretamento e operação do FPSO Cidade de Itajaí (CDI) com a Karoon Energy, a nova detentora da concessão do bloco BM-S-40, onde fica o campo de Baúna, no sudeste da Bacia de Santos. A Karoon, que também expandiu o contrato com a Altera&Ocyan por mais quatro anos, garante a operação do FPSO em Baúna até fevereiro de 2026, com a opção adicional de renovar por mais até 2028.

“Estamos entusiasmados em ter a Karoon como novo cliente e pelo fato da expansão do contrato, que venceria em fevereiro de 2022, com a Petrobras. A renovação ratifica que a Altera&Ocyan vem apresentando alta performance operacional e de segurança, o que agrega importante valor de mercado tanto para a nossa JV quanto para a nova operadora do campo”, disse o vice-presidente de Serviços Integrados da Ocyan, Jorge Mitidieri.

O FPSO Cidade de Itajaí alcançou a marca de mais de 109 milhões de barris de óleo produzidos desde o início das operações, em 2013. O FPSO apresenta índices de segurança e performance que reforçam o sucesso da operação. Durante a pandemia, o FPSO não apresentou nenhum caso de Covid-19 a bordo. A empresa acredita que tenha sido o resultado de um rigoroso processo de prevenção e protocolos de saúde, o que garantiu a manutenção de plena atividade durante os últimos meses: “Além disso, registramos mais de 930 dias sem acidentes com afastamento”.

“Estamos contentes em anunciar este importante contrato por muitos anos com a Karoon e estamos comprometidos em trabalhar juntos para maximizar a produção no future no campo de Baúna com o CDI”, afirmou Chris Brett, Presidente da Altera Production.  “A Karoon está muito feliz por estar se juntando à Altera&Ocyan em Baúna. O índice operacional e o recorde de segurança da empresa no ativo tem sido excelente e a Karoon espera criar um relacionamento construtivo daqui pra frente”, comemorou o diretor-executivo da Karoon, Robert Hosking.