refinaria

O presidente da Petrobrás, Roberto Castello Branco, disse na manhã desta quinta-feira (29) que a companhia já recebeu as ofertas vinculantes para compra da Refinaria Isaac Sabbá (Reman), localizada em Manaus (AM). A declaração foi feita durante conferência virtual com investidores. O executivo, porém, não citou os nomes dos potenciais investidores envolvidos na negociação.

Castello Branco também detalhou como está o processo de desinvestimentos das demais refinarias à venda. O desinvestimento na Refinaria Landulpho Alves (RLAM), na Bahia, está em fase final de negociação, de acordo com o presidente. Sobre a Refinaria Presidente Getúlio Vargas (Repar), no Paraná, Castello Branco espera receber as oferta vinculantes no mês de dezembro.

Em relação ao processo de venda da Liquigás, o executivo afirmou que aguarda para novembro o sinal verde do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) para seguir com o desinvestimento. Enquanto isso, a diretora financeira da Petrobrás, Andrea Almeida, declarou que a decisão sobre a venda da fatia dos 37,5% que a estatal detém ainda na BR Distribuidora dependerá de condições de mercado. “Aprovamos no conselho de administração a venda da fatia remanescente da BR, o que dá mais flexibilidade para decidirmos o timing. Sempre estaremos olhando para a nossa estimativa de valor interno comparada com o preço [das ações] para decidir o momento de venda”, disse.