FPSO

A produção de petróleo no Brasil ficou praticamente estável no mês de agosto, de acordo com dados disponibilizados pela Agência Nacional do Petróleo (ANP). Segundo o órgão, o país fechou o período com 3,078 milhões de barris por dia produzidos, uma ligeira alta de 0,28% na comparação com o mês anterior.

Já o gás natural teve um crescimento um pouco maior – de 2,44% -, fechando o mês com 133 milhões de metros cúbicos por dia frente aos 130,3 milhões de metros cúbicos por dia registrados em julho.

No pré-sal, a produção de petróleo foi de 2,2 milhões de barris de óleo por dia e 91,3 milhões de metros cúbicos de gás natural. Ao todo, esses volumes representam 2,7 milhões de barris barris de óleo equivalente – uma alta de 1,36% na comparação com julho.

A unidade de maior produção de petróleo foi a P-77, no campo de Búzios, com um total de 165,5 mil barris de óleo por dia. Já a plataforma com maior produção de gás foi o FPSO Cidade de Itaguaí, no campo de Tupi, com 7,3 milhões de metros cúbicos por dia.